Informativo DFW

O Consumismo Infantil e a influência do virtual

Você concorda que precisamos proteger as crianças NA internet, e não DA internet?

A verdade é que o mundo digital veio pra ficar e não temos como privar as crianças desse contato virtual. Até porque há inúmeros benefícios que podem auxiliar o aprendizado e o entretenimento infantil, e protegê-las DA internet seria muito difícil.

Mas no mundo online há também perigos, e é aí que entra o papel fundamental dos responsáveis e das empresas que têm seu foco nesse público. Dentre esses perigos temos a exposição de dados pessoais das crianças e os riscos do consumismo infantil.

Os dados pessoais são valiosos para as empresas, pois são usados para segmentar publicidades e conteúdos, e por isso os pequenos devem ter os seus resguardados.

Já para evitar o desenvolvimento do consumismo infantil é necessário que as empresas tenham responsabilidade em relação a esse assunto e entendam que dirigir uma publicidade diretamente à criança é ilegal, pois existem leis que regulamentam isso (confira aqui as leis vigentes). Sabendo disso, os pais ou responsáveis precisam ter olhos para reconhecer essas publicidades, e em caso de identificá-las é imprescindível notificar os órgãos competentes.

Uma outra dica é permitir que os pequenos usem apenas sites e aplicativos que foram desenvolvidos para as crianças, pois em redes sociais e domínios voltados para adultos o contato com propagandas é inevitável.

Você tem alguma outra dica para proteger as crianças NA internet? Compartilhe com a gente!

Para saber mais sobre o assunto, acesse www.criancaeconsumo.org.br.

 

Compartilhe!
, , , , , , ,
About Claudio Lisias de Lemos
Formado em Ciências de Computação na USP - Sócio da AgênciaDFW